Controle Eletornicamente os Sistemas de Ventilação

Padrão

Ao instalar o Controle Eletrônico de Processo (CEP) em Sistemas de Ventilação e Exaustão, você acrescenta algumas proteções: contra a falta de fase, a queda de tensão, o pico de tensão, proteção contra a baixa isolação do motor, dos cabos ou do próprio Controle Eletrônico e a proteção contra o pico de corrente na partida do motor que pode elevar em até 12 vezes o valor da corrente nominal.

São muitas as vantagens que o CEP pode trazer:
• Maior segurança elétrica do motor
• Baixo índice de manutenção
• Possibilidade de programação e automatização do processo
• Flexibilização na operação (controle da vazão e da pressão do Sistema)
• Aumento da vida útil do motor
• Eliminação de trancos na partida e na desaceleração do motor
• Redução do nível de ruído
• Economia de energia elétrica
• Eliminação do uso de correias e polias nos exaustores Limit Load
• Viabilidade de operar equipamentos trifásicos em rede monofásica, em motores com potência de até 5 cv

Cuidados a serem tomados para a instalação do CEP:

✓ Construir uma rede elétrica confiável e bem dimensionada, não devendo ficar aquém, nem além de 10%, da amplitude da tensão.
✓ O aterramento deve estar bem conectado ao motor e ao Controle Eletrônico e não deve ser maior que 5 ohm (norma IEC 536).
✓ Fixar adequadamente o Controle Eletrônico ao painel elétrico, evitando vibrações mecânicas.
✓ Circulação de ar adequada do painel elétrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *